Valorize quem faz o que você não faz

Na segunda metade do meu primeiro ano do ensino médio, minha mãe abriu uma loja de decoração de festas. E isso para mim foi o máximo.

tumblr_m2soncacno1r5htnk

Sempre tive uma inclinação para planejar coisas e aquele lugar era o supra sumo para mim. Desde a disposição da própria loja até as visitas técnicas. Isso não significava que eu fosse a mais criativa de todos os adolescentes, mas eu me divertia imaginando um evento em cada lugar que eu entrava (e achava um absurdo quando uma pessoa falava preferia de participar de uma festa à organizá-la).

Como trabalhei por mais de 5 anos seguidos na sombra da minha mãe, já tinha bastante conhecimento acumulado, então nunca tive vontade de participar dos cursos que ela fazia. Até porque, como já falei, eu prefiro os bastidores. Porém, na balada do que estava acontecendo na vida naquela época, um dos cursos me chamou atenção.

Claro que muito dos tópicos abordados nas palestras eu já dominava, fosse na tentativa e erro ou a custo de muita pesquisa. Até uma senhorinha muito simpática e espalhafatosa subir ao palco e começar a falar sobre a sua experiência. O tema central de seu falatório era muito simples: valorize quem faz o que você não faz.

Para ilustrar seu ponto de vista, contou como ela sentia a necessidade de valorizar o trabalho dos seus funcionários que eram capazes de fazer o que ela mesma não conseguia. Isso já aconteceu há alguns bons anos, mas ainda martela na minha cabeça e norteia muito dos meus sorrisos e agradecimentos àqueles que fazem o que eu não faço, e que por vezes tornam a minha vida mais fácil.

No final das contas, foi uma palestra curtinha que me fez repensar: por que eu deveria achar um absurdo uma pessoa não gostar de organizar uma festa só porque eu prefiro fazer isso? Afinal, se ninguém gostasse de festas, para que fazê-las?

Hoje eu substitui uma fala que se repetia muitas vezes no meu dia a dia (“Não sei como fulano dá conta de fazer tal coisa, é muito chato”) por uma que me agrada bem mais: “Eu agradeço por fulano fazer tal coisa, porque eu não teria paciência”. E confesso, o mundo passou a ser bem mais colorido com a minha mudança.

26252520raz2525c32525b5es252520porque252520o252520k-pop2525202525c3252589252520melhor252520que252520o252520pop252520americano25252019

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s