Metropolis (Metrópolis), 1927

Para fechar a década de 1920 do meu TOP 250 IMDb, assisti a Metrópolis, que estreou aqui no Brasil em quatro de novembro de 1927.

METROPOLIS_1927

Head and hands need a mediator. The mediator between head and hands must be the heart!

Em uma cidade futurística onde a sociedade se divide em trabalhadores e planejadores, Feder (Gustav Fröhlich), filho do mentor da cidade (Alfred Abel), se apaixona por Maria (Brigitte Helm), uma profeta trabalhadora, que prediz a vinda de um salvador para mediar as diferenças.

A trama se mostra mais intricada que apenas uma luta de classe, pois envolve além disso a questão religiosa levantada pela profeta, a manipulação da massa populacional e principalmente o desenvolvimento científico, que permeia cada detalhe de toda a história.

Apesar os efeitos especiais bem datados, é visível o filme dialoga com sociedade de hoje em várias partes, como a facilidade de se manipular a população insatisfeita, ignorância das consequências dos próprios atos e o endurecimento dos sentimentos para a aceitação das diferenças.

 

E aí, qual filme da década de 1920 você mais gostou?

  • Para quem quiser ver Metrópolis também, eu assisti aqui.
  • Posição 110 no meu TOP 250 IMDb

Ainda faltam 66 anos para eu nascer…


Fonte: IMDb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s